Watch live streaming video from occupynyc at livestream.com

sábado, 1 de janeiro de 2011

Desvendando Marte - Construções

A imaginação humana em relação a Marte sempre foi fértil. Por alguma razão, Marte foi tema de numerosas histórias e livros de ficção. Que tipos de paisagens existem ali? Que formas de vida habitarim esse planeta (homens, plantas e animais)? Serão estas formas de vida suficientemente inteligentes e evoluídas para nos contactarem? Há mais de 100 anos a ficção científica mostra o homem explorando Marte.

Também mostram invasões de estranhos homens verdes vindos do planeta vermelho atacando e conquistando a Terra.

O interessante é que hoje, mais do que nunca, a polémica sobre a vida em Marte está tomando novos rumos. Fotos tiradas das sondas americanas estão revelando imagens insólitas, difíceis de ser explicadas pelos cépticos.

Como por exemplo o famoso "rosto marciano". Há mais de 30 anos, foi divulgada uma controversa, e depois muito famosa, foto tirada pela Nasa do que foi baptizado como rosto, ou esfinge, marciana.

O rosto marciano foi fotografado em 1976 pela sonda norte-americana Viking, quando esta sobrevoava a superfície da área denominada Cydonia, em Marte.

Na época, a Nasa disse que era apenas um simplório truque de "luz e sombras", amparado pelo "facto" de que uma segunda foto, tirada "duas horas depois", não revelava esse rosto.

Nas décadas passadas, fotos eram tiradas a cerca de 20 mil quilómetros de altura da superfície marciana, e isso era a "grande prova" da não existência de vida, principalmente humana inteligente, em Marte. Sobre isso, diz o VM Samael:

"O foguete que fotografou Marte não é uma maravilha da ciência. As péssimas fotografias tiradas 17 mil quilómetros de distância não podem assegurar se existe ou não vida em Marte. Resulta estúpido deduzir de uma péssima fotografia a realidade vital sobre o planeta Marte.

As inumeráveis crateras de Marte não significam que este seja um mundo morto como a Lua.

Se se fotografasse a Terra a uma distância de 17 mil quilómetros, é lógico que a fotografia seria similar às que se obtiveram em Marte.

Então, veríamos, em ditas fotografias, algo brumoso, cheio de inumeráveis crateras.

Nenhuma fotografia de tipo cósmico pode nos informar o oxigénio que haja ou não haja em determinado planeta.

Mesmo que os senhores patifes se sintam muito molestos e lancem contra nós toda sua baba difamatória, a realidade é que, em distintos lugares da Terra já existem grupos selectos de pessoas que estão em directo contato com os habitantes de Marte, Mercúrio, Vénus etc."

Até aqui, as palavras do Mestre Samael. Para corroborar as palavras dos grandes contactados, entre eles o próprio Mestre Samael, de que há vida e vida inteligente em Marte, observe e estude detidamente as fotos tiradas pelas sondas americanas que estiveram ou ainda se encontram ao redor ou no solo marciano.E tire suas próprias conclusões.

As famosas pirâmides gigantescas de Cydonia


Gigantesca Torre


Complexa formação de gigantescos paredões


Centenas de formações geométricas perfeitas. Seriam casas ou templos?


Gigantesco Ufo fotografado nos céus de Marte pela "Sonda Spirit"


Monólito gigantesco fotografado pela "Sonda Phobos 2"


Objecto ovalado de grandes proporções no Vale Marineris


Ufo fotografado pela "Sonda Phobos", com 30 km de comprimento e 1,5 km de largura


Ufo de 25 km de comprimento sobre Fobos, uma das duas luas de Marte


Estruturas artificiais na região de Hydroate Chaos, lembrando conjunto de casas


Dezenas de objectos metálicos no pólo norte marciano


Região marciana de Cydonia, onde se encontram a cabeça da Esfinge e as gigantescas pirâmides


A superfície de Marte, o planeta vermelho





fonte: UFO Depot

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...