Watch live streaming video from occupynyc at livestream.com

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Detido dá detalhes sobre tortura apoiada por Londres


Nove celas, dois corredores onde prisioneiros são mantido acorrentados e duas salas de interrogatório compõem um centro de detenção dos serviços secretos do Bangladesh onde se pratica tortura e para onde foram levadas pessoas com nacionalidade britânica, por indicação do Reino Unido, que depois pressionou por informações.

Cerca de uma dúzia de pessoas com nacionalidades dos dois países foram levadas para este centro depois de Londres ter exigido a Dhaka maior colaboração na luta contra o terrorismo. Os suspeitos foram submetidos a tortura enquanto lhes lhes perguntavam por nomes de outros terroristas, por células terroristas no Reino Unido e por ligações destas às mesquitas britânicas. O centro de detenção é controlado por uma unidade paramilitar do Bangladesh que os grupos de defesa dos direitos humanos dizem funcionar como um esquadrão de morte governamental e que foi treinador por operacionais britânicos.

O centro foi concebido para pressionar os prisioneiros através de condições desumanas e tortura. Alguns detidos ficavam em celas minúsculas, enquanto outros ficavam dias ou semanas nos corredores, ajoelhados e com as mãos acorrentadas por cima das cabeça, segundo os relatos obtidos pelo The Guardian.

Numa das salas de interrogatório praticava-se tortura através de choques eléctricos. Antigos detidos dizem que o chão estava cheio de unhas arrancadas. Noutra sala os prisioneiros eram expostos a fotos de torturados antes de serem drogados e amarrados a uma cadeira, que girava a 180 rotações por minutos.

fonte: DN

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...