Watch live streaming video from occupynyc at livestream.com

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Após escândalo vem a lista de medicamentos sob vigilância


A França publicou uma lista de 59 medicamentos que estão sob um procedimento especial de vigilância, para acompanhar eventuais efeitos secundários ou testar a real eficácia do fármaco. Um "novos sistema" mais independente da indústria farmacêutica é que promete o governo francês depois do escândalo Mediator.

Este medicamento, cujo princípio activo é o benfluorex, era usado como anti-diabético e também para tratar da obesidade. Segundo um relatório recente do estado francês, deveria ter sido retirado do mercado em 1999, mas, quando alguns países proibiram o uso do Mediator como fármaco anti-obesidade, a Servier forçou a sua manutenção no mercado como anti-diabético, levando à morte de entre 500 e 2000 pessoas devido ao efeitos secundários.

A passividade da a Agência Francesa de Segurança Sanitária dos Produtos de Saúde (Afssaps) era tal que só em 2009 o Mediator foi retirado do mercado francês. A Afssap publicou uma lista de 59 medicamentos que estão sob vigilância, noticia do Le Parisien, mas ficaram de fora vários medicamentos apontados como perigosos ou inúteis pela revista Prescrire (alguns em Portugal, ver relacionado), que denunciou o caso Mediator.

Bruno Toussaint, director da revista, está insatisfeito, pois continuarão as ser as farmacêuticas a reportar à Afssaps os registos dos efeitos secundários e não peritos independentes. Os laboratórios Servier já foram visados por buscas das autoridades.

fonte: DN

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...