Watch live streaming video from occupynyc at livestream.com

quarta-feira, 23 de março de 2011

Índia diz que a Monsanto, disfarçadamente, conduziu experiências com alimentos geneticamente modificados, sem aprovação


Relatórios recentes da Índia dizem que a gigante multinacional de biotecnologia Monsanto mais uma vez contornou a lei por plantar clandestinamente culturas geneticamente modificadas (GM) de milho sem receber autorização para faze-lo. Nitish Kumar, ministro-chefe do Estado indiano de Bihar, escreveu recentemente uma carta ao ministro do ambiente da Índia, Jairam Ramesh, explicando a situação. Poucos dias antes, Ramesh havia negado a permissão da Monsanto para plantar as culturas.

A Monsanto continuou a plantar seu milho GM em vários locais em Bihar, bem como em vários outros estados indianos, mesmo com a aprovação final ainda estando pendente. A GEAC (Comité de Aprovação de Engenharia Genética) e a ICAR (Conselho Indiano para Engenharia de Agricultura) parecem ter sido integrados com a agenda da Monsanto o tempo todo pois permitiram que a empresa continuasse com suas plantações experimentais.

A Monsanto também violou os requisitos de "distância de isolamento" que restringem as plantações GM dentro de uma certa distância das plantações não-GM. Incidentes anteriores revelaram que os produtos GM podem facilmente contaminar os não-GM e arruinar a integridade de lavouras inteiras.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...