Watch live streaming video from occupynyc at livestream.com

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Confrontos no Egipto já fizeram três mortos e 639 feridos


A Praça Tahrin, no Cairo, tornou-se numa enorme batalha campal entre manifestantes pró e contra o Presidente egípcio Hosni Mubarak. Um militar morreu, segundo a TV estatal.


Os confrontos entre manifestantes pró e contra o Presidente egípcio Hosni Mubarak já fizeram pelo menos 639 feridos hoje na Praça Tahrir, no Cairo, de acordo com responsáveis médicos citados pela agência AFP. A agência cita ainda o porta-voz do ministro da saúde que afirmou, na televisão estatal, que já há três vítimas mortais, um militar. Segundo ele, há 403 feridos.

Já se ouviram alguns tiros de metrelhadora. Pelas 18.00 locais (16.00 em Lisboa), um blindado do Exército avançava por uma das ruas que conduzem à praça Tahrir. A intenção dos militares parecia ser separar os dois blocos de manifestantes. Até agora, a única intervenção visível do Exército nos confrontos tinha sido apagar incêndios causados por "cocktails molotov" e fazer alguns disparos para o ar.

Muitos milhares de pessoas continuam na praça e nas suas imediações. O opositor ElBaradei já pediu para os militares abandonarem a postura de neutralidade e intervirem.

Os manifestantes pró-Mubarak subiram a telhados e outros pontos elevados de onde arremessam pedras, sacos de cimento e "cocktails molotov".

De acordo com a comissária da ONU para os Direitos Humanos, pelo menos 300 pessoas morreram desde o início dos protestos no Egipto. "As baixas estão a aumentar. Dados não confirmados apontam para 300 mortos até agora e mais de 3000 feridos e centenas de detidos", disse Navi Pillay.

fonte: DN

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...