Watch live streaming video from occupynyc at livestream.com

sábado, 15 de outubro de 2011

Dia dos indignados minuto a minuto: manifestação em Lisboa começa a ganhar peso





Lisboa: "A nossa luta é internacional" é o primeiro slogan, agora que a manifestação arrancou do Marquês de Pombal. Nos cartazes lê-se: "Somos 99 por cento", oslogan de Wall Street, "Troika fora de Portugal" e "Propinem o Crato". (Miguel Gaspar)

16h22 Roma: Continuam os confrontos entre a polícia e os manifestantes. Polícia usa gás lacrimogénio e canhões de água.

16h13 Lisboa: a manifestação demorou 26 minutos a passar no cruzamento da Rua Castilho e da Rua Brancaamp. Aceitam-se palpites quanto ao número de participantes.

16h12 Coimbra: António Marinho Pinto, bastonário da Ordem dos Advogados: "Estão aqui poucas centenas. As pessoas abdicaram do direito ao protesto. Estou indignado. Quem se apropria de um bem é obrigado a devolvê-lo em tribunal; as elites políticas deste país apropriaram-se de milhares e milhares de milhões. Deveriam ser responsabilizados e não são." (Graça Barbosa Ribeiro)

16h11 Lisboa: "A nossa luta é internacional" é o primeiro slogan, agora que a manifestação arrancou do Marquês de Pombal. Nos cartazes lê-se: "Somos 99 por cento", o slogan de Wall Street, "Troika fora de Portugal" e "Propinem o Crato". (Miguel Gaspar)

16h11 Porto: concentração na Batalha junta menos gente do que na manifestação do 12 de Março, segundo a polícia (Alexandra Campos)

16h10 Nova Iorque: manifestantes começam a marchar a direcção ao banco Chase. (Maria João Guiamrães)

16h05 Lisboa: ambiente festivo, com manifestantes a dançar e a tocar tambor. O clima é completamente pacífico. Ouve-se: "Back to 74" e "O Povo Unido Jamais Será Vencido" (Miguel Gaspar)

16h01 Coimbra: Elísio Estanque, sociólogo, na qualidade de indignado e de estudioso dos fenómenos sociais: "As pessoas ainda estão paralisadas pelo dramatismo das medidas anunciadas". (Graça Barbosa Ribeiro)

15h55 Braga: cerca de 150 manifestantes iniciam neste momento um desfile pelas principais artérias da cidade. (Samuel Silva)

15h35 Lisboa: cabeça da manifestação está no cruzamento da Rua Brancaamp e da Rua Castilho - "A rua é nossa" é outro slogan (Miguel Gaspar)

15h28 Lisboa: manifestação está a postos para subir a Rua Brancaamp. As pessoas continuam a chegar. (Miguel Gaspar)

15h25 Coimbra: começa a juntar-se mais gente. Talvez uma centena. Há pessoas de todas as idades. Um grupo de jovens traz cartazes do Bloco de Esquerda, sem o logótipo, pelo facto de o protesto ser apartidário. (Graça Barbosa Ribeiro)

15h20 Madrid: ao princípio desta tarde, duas colunas de indignados iniciaram a sua marcha até à Praça de Cibeles onde, às 18h, começa a manifestação rumo à Porta do Sol da capital espanhola. A primeira coluna a iniciar o seu movimento foi a sul, que partiu do município de Leganês, seguida de imediato pela que teve início no bairro popular de Vallecas. (Nuno Ribeiro)

15h19 Barcelona: na noite de sexta-feira, dezenas de indignados ocuparam a Faculdade de Geografia e História e os átrios dos principais hospitais da capital da Catalunha, Dos de Maig, San Pau e Bellvitge. As ocupações, que não provocaram incidentes, foram levadas a cabo como protesto pelos cortes em Educação e Saúde decididos pela Generalitat, o Governo Autónomo da Catalunha. (Nuno Ribeiro)

15h14 Braga: cerca de dez pessoas empunham cartazes. Mais umas 50 pessoas juntaram-se, curiosas, para ver o que se está a passar na Avenida Central. (Samuel Silva)

15h10 Coimbra: há quase tantos polícias nas imediações como polícias na praça. (Graça Barbosa Ribeiro)

15h08 Washington: num dos lados da Freedom Plaza há um comício com palco e tudo, com umas 300 pessoas, mas o pretexto é defender a elevação de DC a estado. Na ponta oposta um grupo de raparigas afro-americanas em tutus está a ensaiar a coreografia para uma marcha de tributo a Martin Luther King. As tendas dos contestatários estão no meio, mas não se vê quase ninguém. (Kathlenn Gomes)

15h05 Washington: há de facto gente e até um comício político no local dos protestos, mas nada comparável com o 15 de Outubro. (Kathleen Gomes)15h02 Lisboa: há pessoas concentradas no lado poente do Marquês de Pombal nas faixas laterais e no parque, mas o trânsito está a fluir sem obstáculos. (Miguel Gaspar)

14h58 Braga: quase sem sinais de manifestação, com apenas cinco pessoas na Avenida Central. (Samuel Silva)

14h56 Coimbra: neste momento estão menos de 20 pessoas no centro da Praça da República, que é o ponto de encontro. (Graça Barbosa Ribeiro)

14h55 Roma: dezenas de milhares de manifestantes, inspirados nos movimentos dos indignados em Wall Street e Espanha, começaram a desfilar em Roma, cujo centro foi bloqueado pela polícia. A manifestação acabou por sair mais cedo do que o previsto (15h em Portugal) devido ao número de manifestantes.

14h26 Lisboa: pouca gente no Marquês de Pombal, a meia hora do início da manifestação. (Miguel Gaspar)

fonte: Público

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...